Páginas

Resenha: As Batidas Perdidas do Coração - Bianca Briones

Ficha Técnica
Autora: Bianca Briones
Páginas: 406
Editora: Verus
Ano: 2014






Sinopse: Viviane acaba de perder o pai. Com a mãe em depressão, ela se vê obrigada a assumir o controle da casa com o irmão mais novo. Rafael teve o pai assassinado há alguns anos e agora viu quatro pessoas de sua família, incluindo a única irmã, morrerem em um acidente de carro. Viviane pertence a uma classe social que ele despreza. Rafael é tudo o que ela sempre ouviu que deveria evitar. Eles são opostos, porém dividem a mesma dor. Jamais se aproximariam se a morte não os colocasse frente a frente, e agora, por mais que saibam que são completamente errados um para o outro, não conseguem evitar uma intensa conexão, que poderá salvá-los ou condená-los para sempre. As batidas perdidas do coração é uma história sobre perdas e como cada um lida com elas. É o encontro atormentado entre a dor e o amor. Com uma narrativa sexy, envolvente e repleta de música, este livro traz a última tentativa de duas pessoas arruinadas que, juntas, buscam desesperadamente se encontrar.


Praticamente toda blogosfera estava falando desse livro, no final do ano passado, dai a fofa da Babi Dewet comentou sobre o livro e eu não resistir. Sai correndo para comprar e ainda comprei pras amigas, porque sou dessas. Foram duas madrugadas de puro surto e lágrimas. Eu me apaixonei pelo livro desde a primeira página. Não sei se já comentei com vocês, tenho dificuldade com "começos de livros", tem livro que demora a me prender, as primeiras páginas ou primeiros capítulos, são cansativos ou não consigo gostar dos personagens de cara. Depois da página 50, ai as coisas começam a "esquentar". Acontece BASTANTE isso comigo, talvez eu seja louca, acontece com vocês? vou dar um exemplo: A Seleção, os primeiros capítulos eu queria morrer e matar a America, achava a personagem insuportável e só no final do livro, com o amadurecimento dela conseguir gostar. Vamos ao que interessa! 

Duas pessoas totalmente diferentes, mais ligadas pela mesma dor. Viviane é a patricinha rica, após a morte do pai, que perdeu a batalha contra um câncer, teve que amadurecer da noite pro dia, assumir a responsabilidade da família onde a mãe não sente mais vontade de viver, entregando-se a depressão e o irmão mais novo, Rodrigo decidiu "curtir a vida adoidado".  Rafael é o bad boy, morto de lindo e cafajeste, trabalha como Barman, a vida fora mais cruel com ele, perdeu o Pai anos atrás e recentemente acabou de perder quatro parentes em um acidente causado por um cara rico, filho de promotor, Viviane e seu irmão, Rodrigo, entram para o mesmo grupo de apoio que Lucas, o primo de Rafael que ficou órfão por conta do acidente.

Rodrigo e Lucas viram amigos, por conta dessa amizade, Vivi e Rafa se encontram várias vezes, eles brigam o tempo todo, ela é responsável demais e ele é garoto com a placa em neon na testa "problema". Classes sociais diferentes mas que sofrem a dor de uma perda, Rafael escolhe o caminho mais fácil, está perdido e acha que beber e se drogar ameniza a sua dor. Só que ele não esperava que aquela patricinha irritante, mexeria tanto com ele.
Viviane prefere seguir com a vida da melhor maneira, Ir a faculdade de moda, sair com o noivo, proteger seu irmão e ajudar sua Mãe a encarar o luto. 

Só que Rodrigo na fase "curtindo a vida adoidado" começa a frequentar festas e bares com Lucas a tira colo, Viviane acaba esbarrando com Rafa de novo e a atração que os dois sentem um pelo outro, começa a falar mais alto. 

"Camiseta branca debaixo da jaqueta de couro preta, um ar de Clark Kent sob efeito de Kryptonita vermelha, e eu amo essa versão rebelde do Super-Homem.

"O que está acontecendo comigo? Ele nem faz o meu tipo, Rafael é um bad boy de quinta categoria, e eu gosto dos certinhos, como César. Quem eu quero enganar? Acabei de admitir que eu tenho uma queda pelo Clark rebelde." 

Rafael não esconde seus vícios além de Álcool é viciado em Cocaina. Viviane também não liga para isso, apenas pensa em viver o agora e curtir o quanto puder, acha que os dois podem se ajudar e se salvarem. Mais não é fácil. É aquela formula a mocinha se apaixona pelo bad boy, só que nem de longe é clichê. Durante a leitura você acha que vai acontecer, coisas previsíveis só que a autora conseguiu elevar a história a um nível que você está a menos de 100 páginas para o livro acabar e você não faz ideia do que lhe espera.  

"Não sou o tipo de cara que faz drama, sou mais o tipo: Não sou bom pra você, sou perigoso, mais o sexo é do caralho!"

"Me diz, menina, por quê você só usa saia? É algum plano pra me seduzir? Por que, se for, ta dando certo."  

Desde o inicio o livro arrebatou o meu coração, Viviane é uma protagonista forte, pensei que por ser patricinha ela fosse irritante, nem de longe. Rafael me faz suspirar até hoje, ele é a personificação do pecado, ele é bad boy mais tem um coração puro, a marra dele e a cara de mau é só uma parede pra se proteger. Ele é muito marrento e ao mesmo tempo extremamente sarcástico e prático, me tirou muitas risadas durante o livro todo, até nos momentos mais delicados. O casal encaixou perfeitamente, Viviane é um pouco ingenua em relação a vida, Rafael mostra a dura realidade, mais ninguém segura essa garota quando ela bate o pé, ela é o gelo e ele o fogo.

"Vejo os outros, te dominar tentando, e é tão certo quanto o calor do fogo, Eu já não tenho escolha, e participo do seu jogo, participo."


A narração é em primeira pessoa, e os capítulos são curtos, a leitura é dinâmica, os capítulos alternam na visão dos protagonistas. A diagramação é simples, no começo de cada capítulo tem um trecho de uma música, cai perfeitamente com o que está por vir no capítulo, quase cai pra trás com alguns trechos, chorei do começo ao fim e as músicas ainda me transportaram ainda mais para o livro. O genero é New Adult ou Jovem Adulto, a história não visa exatamente o público teen, então tem cenas mais picantes e intensas. Tem quem goste do estilo e tem quem não goste, mas é interessante conhecer. Li sem preconceitos e adorei. A autora faz você rir, chorar, suspirar, um mix de emoções a cada página. Os personagens são sólidos, vale destacar as amigas de Viviane, que a principio são contra o envolvimento com o garoto problema, mais é totalmente compreensível  quando dão de cara com o bad boy. Branca é uma delas! Minha favorita, gargalhadas são garantidas com essa garota, guardem esse nome. Tem também Lex, amigo e dono do Bar que Rafael trabalha. Seu coração certamente vai perder uma batida por esse cara.


A Autora é nacional, Bianca Briones é uma fofa. O livro faz parte da série "Batidas Perdidas", recentemente foi lançado o segundo livro, O Descompasso infinito do coração. trás a historia de outro casal, Clara e Bernardo, amigos de Viviane. Cada livro trás a historia de cada casal. Não tenho informações de quantos livros serão ao todo ou quais casais veremos em breve, se alguém souber, acalmem meu coração nos comentários. Não vejo a hora de saber o que vai acontecer, quais os próximos casais e o que vai ser do futuro deles. Meu coração perdeu todas as batidas com esse livro e está totalmente descompassado para o próximo. 

"Acho que perdi a tal batida. Não perdi várias. Perdi todas. Não sou mais nada se seu coração não estiver aqui, batendo comigo." 

Cintia Milanez.

22 comentários

  1. Eu já morria de vontade de ler esse livro, e depois de ler essa sua resenha a vontade apenas aumentou. Pena que eu estou sem dinheiro no momento, caso contrário eu seria capaz de comprar "As Batidas Perdidas do Coração" nesse final de semana.

    Bjs e sucesso com o blog!
    http://escritorawhovian.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você morasse na minha cidade, emprestava o livro. HAHAHAHA Não sou de emprestar mais esse eu faria questão.
      Beijos, Fofa.

      Excluir
  2. Olá,
    Esse tipo de livro realmente não faz muito meu estilo de leitura, não gosto muito desse tipo de obra, mas o pessoal está falando muito bem dessa história.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Já ouvi falar bastante desse livro e muitos comentários positivos a respeito, por isso acabou me chamando bastante atenção, e gostei muito da sua resenha, ficou perceptível o quanto você gostou do livro, e adoro ler resenhas assim, que dá para sentir que a pessoa realmente se envolveu com a história. Parabéns pela forma como você escreve, acho que acaba conquistando ainda mais leitores para os livros que você resenha.

    http://lenabattisti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Sinceramente se vc n tivesse dito eu n diria que é de uma autora nacional '-'
    http://diariodelolivlet.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem muitas autoras nacionais arrasando Flor, vale a pena dar uma chance ;D

      Excluir
  5. Oi, Cintia! Tudo bem? Sua resenha está bem positiva e me fez ficar curioso para ler o livro em alguns momentos, mas não sei, acho que não o leria. Ele não faz muito o meu estilo, sabe? :/

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu estou louca para ler esse livro e depois de sua resenha me deu mais vontade ainda . Vou ter que comprar ...

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Di...
      Como disse a Bruna, se você morasse na minha cidade eu emprestava o livro. hahahaha
      Beijos!

      Excluir
  7. Oi, Cintia!
    Eu não curti esse romance. Os protagonistas não me convenceram, a narrativa não me envolveu e o romance não foi como eu esperava. Na verdade, eu esperava mais. É um livro regular. Não pretendo ler o segundo livro. A não ser, claro, que alguém me convença do contrário em alguma resenha.
    Mas fico feliz que tenha amado a leitura. Isso é importante.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leandro

      Não curtir muito o segundo livro, foi bem fraco em relação ao primeiro. Bjs

      Excluir
  8. Este é tipo de livro que eu só leio na base do elogio (e no momento quero muito ler!). O que mais me chamou a atenção foi a relação com a música, e que bom que a leitura é bem agradável e de capítulos curtos!

    Blog: Dei um Jeito

    ResponderExcluir
  9. Oi Cinthia!
    Eu achei a premissa bem legal, também vou ler sem preconceitos futuramente, amei sua resenha e sua opinião sobre os personagens e histórias!!! Parabéns flor!
    Beijos
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2015/05/resenha-primeiro-e-unico-emily-giffin.html

    ResponderExcluir
  10. Já tinha ouvido falar mas nunca procurei, mas depois de ver essa capa... Tenho que ler! Maravilhosa <3
    http://blogdojeito-k.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Já conheço a série faz um tempo, mas ainda não li, pois dei uma pausa nos NA. Que bom que você gostou. Resenhas positivas aumentam minhas expectativas.
    Letras & Versos

    ResponderExcluir
  12. Oi Cintia!
    Esse livro deve ser lindo! Adorei sua resenha, você está super empolgada, pelo jeito amou o livro mesmo. Quero ler também!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  13. Oi,
    Realmente esta todo mundo comentando sobre esse livro, estou morrendo de curiosidade! Depois dessa resenha vou ter que sair correndo e comprar! Rsrs
    Bjs!
    Viciados Pela Leitura

    ResponderExcluir
  14. Preciso desse livro pra jáaa! Há um bom tempo tenho interesse por ele, e agora então com sua empolgação toda, fiquei aqui hiper curiosa :(( é bem aquele tipo de livro que te engole por inteiro né haha

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oiii!! Não tinha curtido muito o livro, mas aí fiquei super interessado. haha
    E essa capa é bem maneira!! ><

    Bjs
    mundoemcartas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oi Cintia!
    Conheci esse livro no Mochilão da Record e fiquei bastante curiosa. Sua empolgação me deixou mais curiosa ainda haha.

    Beijos,
    Epílogos e Finais

    ResponderExcluir

Gostou? Comenta!

 
Desenvolvido por Michelly Melo.