Páginas

Resenha: Paperboy - Pete Dexter

Ficha Técnica
Título: Paperboy
Autor: Pete Dexter
Páginas: 336
Em Parceria com a Editora Novo Conceito 

Sinopse:

Hillary Van Wetter foi preso pelo homicídio de um xerife sem escrúpulos e está, agora, aguardando no corredor da morte. Enquanto espera pela sentença final, Van Wetter recebe cartas da atraente Charlotte Bless, que está determinada a libertá-lo para que eles possam se casar. Bless tentará provar a inocência de Wetter conquistando o apoio de dois repórteres investigativos de um jornal de Miami: o ambicioso Yardley Acheman e o ingênuo e obsessivo Ward James. As provas contra Wetter são inconsistentes e os escritores estão confiantes de que, se conseguirem expor Wetter como vítima de uma justiça caipira e racista, sua história será aclamada no mundo jornalístico. No entanto, histórias mal contadas e fatos falsificados levarão Jack James, o irmão mais novo de Ward, a fazer uma investigação por conta própria. Uma investigação que dará conta de um mundo que se sustenta sobre mentiras e segredos torpes.


Antes de ter lido o livro assisti a adaptação cinematográfica dirigida por Lee Daniels de 2012 com elenco de primeira qualidade, que conta com Nicole Kidman, Josh Cusack, Matthew McConaughey e Zac Efron, o filme já tinha me chamado a atenção por ter sido atuado por grande atores, mas sabia que havia mais nessa historia do que a contada, Pete Dexter descreve uma aventura romântica bem complicada e difícil de digerir ambientalizada nos anos 70 com todo o apelo politico, o racismo em seu auge, e quando o jornal tinha toda a credibilidade e importância como meio de comunicação.

 O livro é narrado através do olhar de Jack um garoto que acabou de ser expulso da universidade e retorna pra casa de seu pai W.W jornalista e dono de uma jornal no condado de Moat, Jack começa a trabalhar para seu pai entregando os jornais, Jack descreve sua irrelevância no mundo e parece estar atrás de algo que mude o seu rumo. Até que Yardley  e Ward seu irmão mais velho que vive em Miami e também é Jornalista como seu pai a qual mantém uma relação conturbada aparece na historia para investigar o caso de homicídio do xerife da cidade no qual Hillary Van Wetter foi condenado a morte, O xerife que era a vitima da historia a qual levou a condenação de Hilarry tinha um histórico de violência contra negros, tendo matado vários enquanto exercia seu cargo no Condado de Moat, terra natal da família de Jack, nunca respondeu por nenhum desses crimes, até que matar um branco, pertencente à família Van Wetter. Devido o histórico de violência de Hillary que apos ter recebido uma multa de transito e arrancado o dedo de um policial e ter sido encontrado vestígios de sangue em sua roupa, teve a condenação pelo crime do Xerife.

 Evidencias mostram que a acusação foi planejada e com provas pouco consistentes levam essa dupla de jornalistas a investigar com mais a finco e inocentar Van Wetter a pedido desesperado de Charlotte uma funcionaria dos Correios a beira dos seus quarenta anos, mas com uma beleza invejada, ela se apaixona pelo acusado e envia cartaz de noivo, sim noivo  para o presídio, eles nunca haviam se visto antes. o livro tenta explicar como alguém se apaixona por alguém que está no corredor da morte, enquanto dois jornalistas tentam salvar a vida do acusado. jack ajuda o irmão nessa aventura como seu braço direito. A narrativa fica meio a conflitos contra o Yardley parceiro de Ward, o amor platônico e adolescente que ele tem pela Charlotte, a nostalgia de historias familiar, a ausência de sua mãe que os abandonou ainda criança, deixando a responsabilidade para W.W de administrar o jornal e sua casa, e o fato de se ver virando um homem sem ter destino ou talento para algo. A única coisa que Jack sabia fazer era nadar, ganhou uma bolsa para universidade mas nem isso deu certo, foi expulso por mal conduta. É como se o escritor deixasse Jack narrar a historia como se ele estivesse no meio do oceano nadando sem rumo em um mar turbulento ao mesmo tempo que ele encontra uma certa paz em meio a agua. 

Mas não se engane ao achar que ira encontrar uma vitima acusada inocentemente e que Hillary é o moçinho da historia, que Charlotte é uma donzela indefesa e que Yardley e Ward são os guerreiros atrás de justiça, você irá encontrar personagens fortes, historia conturbadas, adrenalina, Pete soube costurar bem a narrativa, e quanto mais o cerco vai se fechando mais interessante fica.

Ward é bem centrado, competente e de uma organização singular, já o seu parceiro Yardley é mais audacioso, com um ego maior do que planeta terra, ambicioso e sem escrúpulos, mantém uma relação com sua noiva em boa parte ao telefone e vive a traindo, sempre entra em conflito com Jack. Hillary passa longe de ser um santo, com histórico violento e olhar misterioso e não muito preocupado com o fato de ter pessoas tentando salva-lo, parece que sua única importância é ter um momento a sois com sua Noiva Charlotte, que tem uma certa queda por criminosos, vivia escrevendo para vários e obteve resposta de Hillary a qual ficou noiva dele mesmo em meio ao impasse dele sair ou não com vida dessa historia. 

O livro traz uma leitura investigativa, desvenda mistérios sobre o Condado, sobre a família perturbada de Hillary que vivem em um pântano de difícil acesso, conflitos familiares, È um ótimo livro a historia é bem interessante vale muito a pena desvendar os mistérios dessa investigação.


Dan Moraes
Colunista do Blog. 
Designer Gráfico por formação, Fighter assumido... Sim louco pela Xtina,amante de artes em geral em especial as palpavéis e visuais, cinéfilo maluco/doente, amante de livros, séries, música,
Segue ai: @eudanmoraes

13 comentários

  1. Comecei a ler esse livro e depois larguei
    Mas ainda vou pegar para ler
    Gostei da resenha
    Já estou seguindo ;)

    Beijos
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi,
    Esse livro nunca chamou minha atenção, mas quem sabe não dou um chance? rs
    Bjs!
    Viciados Pela Leitura

    ResponderExcluir
  3. Oi,
    Esse livro nunca chamou minha atenção. Quem sabe não dou uma chance?Rs
    Bjs!
    Viciados Pela Leitura

    ResponderExcluir
  4. Oi Dan!
    Acho a premissa desse livro bem interessante, mas na época do lançamento ouvi tantos comentários negativos de leitores que se decepcionaram que acabei perdendo a vontade de conferir a história (nem o filme eu assisti). Que bom que você gostou da leitura.
    Beijos
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Eu estava super curiosa para conferir o filme, mas quando descobri que ele era baseado em um livro, decidi conferir a obra primeiro antes da sua adaptação! Gosto muito do gênero e da premissa da história, mas depois de ter lido críticas não tão positivas, acabei desanimando e me esquecendo da história! Sua resenha me empolgou um pouquinho, com certeza darei uma chance ao livro, só não sei se farei isso agora... Bjs
    Jéssica - http://lereincrivel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Não conhecia nem o livro nem o filme!
    Mas, acho que eu iria gostar, porque gosto de leituras investigativas!
    Seguindo aqui!
    Bjs, Lu
    http://resenhasdalu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Não assisti o filme mas ja escutei falar, sobre o livro não tenho vontade de ler, sei lá não me chamou atenção :x
    http://contodeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Bom quando você descreve a resenha da uma vontade imennsaaa de ler porem eu sei que se comprar o livro não vou sair dos 3 primeiros capitulos :/
    Mas vou procurar a adaptação para o cinema.

    Beijoos
    http://50tonsdealgumacoisa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Dan!
    Não vi o filme e nem iniciei a leitura do livro ainda. Mas agora fiquei mais animado e até curioso para conferir a leitura. Pareceu-me realmente ser um bom livro.
    Acredito que não me decepcionarei. A premissa me deixou curioso e sua resenha ficou bem clara.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  10. Olá! Não conhecia o livro e o filme ainda... A premissa parece ser boa. Gosto muito de histórias investigativas :D
    Parabéns pela resenha!

    Beijo
    albumdeleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi Dan,
    Não imaginava que o enredo tinha esse lado investigativo.
    Acabou me atraindo.
    Ainda não assisti o filme, mas farei antes de ler.. dizem que é melhor haha

    bjs e um ótimo final de semana
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  12. Adoro esse tipo de livro em que os personagens não são exatamente o que achamos...

    http://corujicesnomundo.com.br

    ResponderExcluir
  13. Não sabia que existia livro do filme, agora quero ler!! kkk
    http://www.vicioemlivros.com/

    ResponderExcluir

Gostou? Comenta!

 
Desenvolvido por Michelly Melo.