Páginas

Resenha: 8ª Confissão - James Patterson, Maxine Paetro


Título: 8ª Confissão
Subtítulo: O Clube das Mulheres Contra o Crime Entra Novamente em Ação para Deter uma Série de Assassinatos de Milionários.
Autor: James Patterson, Maxine Paetro
Editora: Arqueiro
Edição: 1
Ano: 2013
Idioma: Português
Especificações: Brochura | 192 páginas
ISBN: 978-85-8041-167-6



Sinopse: As aparências enganam. Na ópera de São Francisco, os milionários mais glamourosos da cidade assistem à grandiosa apresentação de Don Giovanni. Divertindo-se com os amigos, Isa e Ethan Bailey não imaginam que um assassino está em sua mansão e os aguarda para executar uma terrível vingança. No momento propício, ele vai cometer o crime perfeito. Uma conspiração engenhosa. Encarregada de investigar as mortes na alta sociedade, a tenente Lindsay Boxer também precisa ajudar sua amiga Cindy Thomas no caso de um morador de rua que foi brutalmente executado. Ao conhecer mais a história daquele homem, Cindy percebe que tem uma preciosidade nas mãos e faz de tudo para levá- la a público, descobrindo, sem querer, a conexão com uma rede criminosa. A verdade pode ser mortal. O Clube das Mulheres contra o Crime precisa desvendar esses dois mistérios e tem ainda o desafio de se manter unido. Lindsay nota que seu parceiro, Richard Conklin, e Cindy estão cada vez mais próximos e o ciúme estremece a relação dos três, podendo comprometer as investigações. No fim, o Clube pagará um alto preço por se envolver nessas duas caçadas.


Mais um livro do meu autor favorito, James Patterson. 8ª Confissãoo é o oitavo volume da série o Clube das Mulheres Contra o Crime. Uma das séries de investigação que eu adoro. Demorou muito para lançar esse livro e quando lançou eu estava atolada de coisas e acabei deixando de lado. Até que a Editora Arqueiro publicou mais um da série, não tive dúvidas e corri para ler, afim de recuperar o tempo perdido.

Dessa vez crimes um pouco fora do comum, de um lado um morador de rua morto, de forma violenta, do outro uma série de assassinatos de pessoas da mais alta sociedade, sem deixar rastros, fazendo com que os detetives entrem no beco sem saída. Enquanto um caso tem tudo para cair no esquecimento, o outro passa a ser prioridade para a polícia de São Francisco.

Além das investigações, nesse livro pudemos acompanhar mais de perto os sentimentos, medos e dúvidas das protagonistas. Boxer precisa tomar um decisão para sua vida, está dividida entre a química que tem com seu parceiro, Conklin e sobre dar um grande passo no seu relacionamento com Joe. Por sua vez,  Yuki enfrenta mais um desafio no tribunal de um caso sem fim e conhece o homem perfeito e ela custa a acredita que o relacionamento é real. Cindy não esperava se envolver com Conklin, mas não quer terminar com esse relacionamento. Os casos se cruzam na mesa de Claire, percebe o quanto vai dar trabalho os dois casos,  tenta desvendar a morte silenciosa dos socialites e ao mesmo tempo fica chocada com a brutalidade do modo que  a vida do morador de rua foi tirada.

O livro segue a mesma linha de capítulos curtos, alternando na visão dos personagens. Não recomendo começar a ler a série desse livro. Os personagens passam por uma crise emocional, amizade fragilizada, talvez o leitor ache um saco ou até mesmo um "dramalhão" desnecessário. Porém ao mesmo tempo, é o tipo de livro que você pode ler aleatoriamente por causa do suspense... Você com certeza vai surtar a cada página, porém corre o risco de achar um certo "drama" com os personagens. O autor consegue mesmo assim  prender o leitor do começo ao fim. O suspense de tirar o folego, quando você pensa que o autor que já fez o que se podia fazer, você está crente que desvendou o caso ( Sim...  Sou dessas! kkkkkkk ) lá vem ele e puxa o tapete mostrando que até o virar da última página, tudo pode acontecer. Talvez seja essa a formula de sucesso do autor. 


Cintia Milanez 





19 comentários

  1. Hey
    Eu preciso continuar essa série.
    Li 4 de Julho e gostei, a Lindsay é bem bacana haha

    bjs e uma ótima terça
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim!

      Adoro a Lindsay. Um personagem forte e nem precisa ser o estilo "machona" pra ser protagonista de uma série policial. Acho que isso é um dos fatores que eu mais gosto nela.

      Excluir
  2. Oi Cintia!
    Eu não gostei tanto do livro como você, mas acho que é porque eu não li os outros da série, então me senti um pouco perdida... Queria ler tudo na ordem, desde o começo.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você gosta do gênero tente outro... Da série esse não é um dos melhores!

      Excluir
  3. não é um livro que me atrai, gosto quando o James escreve histórias mais românticas e tranquilas, aquelas que tocam o coração! seus uspenses acabam não me atraindo pois sempre fico sobressaltada e apavorada
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Também sou dessas que sempre acha que desvendou o caso!!! Leria certamente este livro!

    http://corujicesnomundo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma delicia tentar desvendar né? eu adoro! kkkk

      Excluir
  5. Esse tipo de livro não faz nem um pouco meu estilo d leitura, por isso não me interessei. Mas me lembro de ter visto essa imagem da capa em uma das capas da série A Mediadora.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Eu adoroooooooo James Patterson. Li o 9º Julgamento e tenho diversos dele. É ótimo no jeito que escreve e os livros passam voando, né?

    Eu quero ler o que ele escreveu de romance agora, mas toda vez que pego ele na mão fico na dúvida! :)

    Beijos

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mulherrr... eu tb!
      S.O.S
      O que esperar do 9° julgamento? Senta aqui, vamos conversar!
      tô numa vibe romance, mais com certeza essa vai ser minha próxima leitura.

      ;D

      Excluir
  7. Eu adoro os livros do James Patterson. De verdade! Essa construção dos capítulos curtos me ganham de uma forma que eu não consigo explicar!
    Estou louca para ter todos os livros dessa série!

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tb adoro os capítulos curtos, quando eu percebo já tô no final do livro. HAHAHAHA ;D

      Excluir
  8. Oi Cintia!
    Quero ler mais livros dessa série. Até o momento, li apenas "4 de Julho" e gostei da leitura. Tenho uma relação meio estranha com o autor: ora gosto da sua escrita, ora não. Acho que tudo depende muito do gênero que ele escreve.
    Espero poder ler em breve mais livros dessa série e gostar assim como você.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você gostou de 4 de julho, com certeza vai gostar dos livros da série. Eles mantem o mesmo ritmo. Quando você acha que já viu de tudo o autor vem e puxa o tapete! hahahaha

      Excluir
  9. Como eu ainda não conhecia o Clube das Mulheres Contra o Crime? Definitivamente meu tipo de literatura! A sinopse do livro é muito interessante, e eu também sou dessas que tentam adivinhar quem é o culpado durante a leitura.
    Beijo!

    www.diarioquaseescritora.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmm. Vale muito a pena! A série de Alex Cross tb. ;D

      Excluir
  10. James Petterson, ta ai alguém que eu corro depois de ler Bruxos e Bruxas. NÃO CONSIGO LER MAIS NADA DELE!!!! #desespero

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NÃO FAÇA ISSSO.... PLMDDS D:

      Bruxos e Bruxas não pode ser uma referência! Essa série foi um golpe e usaram o nome do James Patterson, porque eu custo a acreditar que ele escreveu... UOH!
      Essa série o Clube das Mulheres contra o crime e Alex Cross são as melhores. Juro que se você gosta do gênero você vai gostar. Mais impossível
      não traumatizar com Bruxos e Bruxas. Compreendo você TOTALMENTE.

      ;D

      Excluir

Gostou? Comenta!

 
Desenvolvido por Michelly Melo.