Páginas

Resenha: Sábado à noite - Babi Dewet

Ficha Técnica
Autora: Babi Dewet
Páginas: 344
Editora: Generale
Ano de publicação: 2012



Sinopse: É o primeiro livro de uma trilogia repleta de amor, música e amizade. Amanda é popular na escola e os amigos do seu amigo de infância são considerados os ‘marotos’ do pedaço por desrespeitarem as regras. Tudo ao seu redor acaba desmoronando quando um amor mal resolvido volta à tona e a sua amizade é posta em prova. Se não bastasse, seu diretor resolve dar bailes aos sábados e uma misteriosa banda mascarada foi convocada pra tocar. Mas suas letras dizem tanto sobre ela… Afinal, quem são esses mascarados de Sábado á noite?

Esse livro foi minha primeira leitura do ano, com certeza comecei muito bem. Eu não fazia ideia do quanto SAN faria meu mundo girar. Sempre via na blogosfera comentários na grande maioria positivos, ficava curiosa mais deixava de lado, tinha tanta coisa pra ler e fui deixando. Por outro lado eu e minhas amigas, passamos a ouvir as músicas do Mcfly, não demorou muito para descobrir e ligar as coisas, foram vários acontecimentos em seguida que me levaram até a autora. 

O livro é  uma adaptação de uma Fanfic do Mcfly, ou seja, "ficção criada por fãs". Trata-se de contos ou romances escritos por terceiros, não fazendo parte do enredo oficial do livro, filme ou música a que faz referência. No caso de SAN, ele é baseado nas músicas de Mcfly. Já adianto que nem se preocupe por não conhecer a banda, você não tem obrigação ou dever de gostar das músicas, para ter que se apaixonar pelo livro e seus personagens. Pelo contrário você pode ler de forma despretensiosa. Minha amiga leu SAN, depois de ver o quanto eu surtei com o livro, ela não demorou muito pra surtar junto comigo, mesmo sem conhecer nenhuma música da banda e não foram poucas as tentativas para ela ouvir meus amores londrinos, só que gosto é gosto né?


Amanda e suas quatro amigas,  juntas formam o grupo de garotas populares do colégio. Amanda tem como seu melhor amigo, Bruno que não é nada popular, ele e seus amigos são considerados os bagunceiros do colégio. Bruno, Daniel, Caio, Rafael, Bruno e Fred são conhecidos por marotos. Eles são os perdedores do colégio e sempre estão metidos em encrencas. Mas quem disse que popularidade é tudo? Quando um amor mal resolvido coloca a amizade, à prova, Amanda não sabe o que fazer, fica dividida entre a amizade das suas amigas e a amizade com seus amigos de infância. Seu mundo começa a sair do seu controle, confusa e se isso já não fosse o suficiente, o diretor abre as portas para uma banda de integrantes misteriosos que usam máscaras para tocar todos os sábados á noite no baile da escola, e o que deixa a garota intrigada é que suas letras têm muito a dizer sobre ela. Quem seriam esses garotos?



O romance é a principal característica do livro, tem vários casais mais o principal é Amanda e Daniel, em diversos momentos eu senti um friozinho na barriga. A autora consegue envolver você de uma forma incrível, muita gente fica um pouco confusa por tantos personagens, tantos diálogos, li algumas resenhas e comentários do livro de pessoas que "abandonaram a leitura ou quase abandonaram" por esse motivo. PLMDDS! Me apaixonei por cada personagem, impossível ficar sem eles, cada um com sua personalidade, me tiravam altas risadas e suspiros. Babi criou um universo, queria muito ir para Alta Granada, por diversas vezes queria estar com eles, conversar e tomar um sorvete. Por diversas vezes chorei, com as angustias e medos de Amanda, as inseguranças de Daniel. As Brigas de Bruno e Carol... Os galanteios de Fred... * suspiros * As brincadeiras de Caio... * Docinho de coco * 

Como toda fã de Mcfly, Galaxy Defender. Surtei a cada referência, cada música e por diversas vezes queria adivinhar quem era o personagem mais parecido. "Esse é o Tom! Nah... Esse é o Harry" e chorei a cada página principalmente no final, fiquei desesperada compartilhando minha dor, nas redes sociais no meio da madrugada, minha sorte é que tinha fiz minha amigas ler junto comigo e assim desabafei com elas. O pior não era terminar o livro e sim não ter o segundo livro em mãos. Não tive dúvidas, no dia seguinte corri  até a loja e vráaa! Comprei Sábado á noite 2 - Dos Bailes para Fama. Problema resolvido. 

O livro superou minhas expectativas, a escrita é envolvente e deliciosa, capaz de te fazer devorar o livro em poucas horas. Mesmo com todos os clichês adolescente, quem não gosta de um romance? Daqueles tipo filme de comédia romântica? Com reviravoltas e uma pitada de suspense? Ah... Impossível não se apaixonar por SAN. Costumo dizer que a autora criou monstros, dai eu sai criando também, chamando as amigas e multiplicando. Virei fã mesmo e tenho a maior admiração pela autora que foi com a cara e a coragem, publicou de forma independente o livro e seu sucesso foi tão grande que conseguiu uma Editora. 

                                           "Namoros vem e vão, amizades não"

Cintia Milanez

7 comentários

  1. Que resenha LINDA! Criei os monstros mais lindos e legais do mundo <3
    Obrigada pelo carinho!!

    ResponderExcluir
  2. Como pode alguém abandonar uma leitura dessa??? De que planeta vem um ser desse?? Aff...eu ñ conseguia era largar do livro p fazer alguma outra coisa da vida. Amei demais. Surtei vol.1,surtei vol.2 e surtarei vol.3 hahahahahah

    ResponderExcluir
  3. Eu comecei a ler esse livro quando ele era uma fic, a um bom tempo atrás.
    Era um sucesso! É bom ver que o sucesso também está presente no livro impresso! Fico muito feliz pela autora *O*
    Beijos
    http://www.interacaoliteraria.com/

    ResponderExcluir
  4. Eu também amo romances e esse livro parece ser bem gostoso de se ler
    A proposta é bem interessante

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Esse livro me lembrou as histórias do fim do ensino fundamental, mas ai, já quero lê-lo

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Gostou? Comenta!

 
Desenvolvido por Michelly Melo.