Páginas

Resenha: As Aventuras de Pinoquio - Carlo Collodi

Título Original:  Le avventure di Pinocchio. Storia di un burattin
Editora: Martin Claret
Número de Páginas: 197

Cedido em parceria com a  Martin Claret 




Clássico da literatura mundial que encanta a crianças e adultos. É possível encontrá-lo em formato para livro de bolso com o texto integral e o custo baixíssimo.é um romance escrito pelo italiano Carlo Collodi em Florença no ano de 1881 e publicado dois anos depois com ilustrações de Enrico Mazzanti. Lançado recentemente pela Editora Martin Claret, pensei que o texto seria com palavras difíceis, me enganei redondamente. Simples e objetivo, com a ortografia atualizada com o novo acordo ortográfico. Leitura super rápida, o livro é bem fininho com apenas 192 páginas. Diagramação simples e a cada começo de capitulo ilustrações da marionete espevitada. Um ótimo trabalho da editora. 

Escrita originalmente em 15 capítulos, por numa série publicada no jornal infantil italiano. Vale ressaltar que o autor havia decidido matar o personagem afim de dar uma lição para as crianças que são malcriadas com seus pais, porem a marionete caiu em gosto por todos e o autor voltou atrás criando ao todo 36 capítulos.Desde a sua publicação, o livro de Pinóquio tem sido traduzido para os mais diferentes idiomas. Muito adaptada, a versão mais conhecida foi realizada por Walt Disney, em 1940, que conta uma história muito diferente da que foi escrita por Collodi. A versão adaptada por Walt Disney, foi considerada uma obra-prima do cinema de animação. Todos nós crescemos com a versão contada pelo filme e grande foi a minha surpresa ao ler o livro e me deparar com um Pinoquio muito mais rebelde, esse livro carrega lições de vida, moral de comportamento e conduta que se bem trabalhados na infância tornarão a todos "meninos de bem", o grande sonho de Pinóquio.  Poucos conhecem Gepeto, pobre pai que sofre com o filho desmiolado que sempre foge, criando confusões e deixando o pai desesperado numa busca quase sem fim.  o Grilo falante que desde o começo do livro faz uma rápida aparição, a Fada Azul, que vira uma mãe para a marionte  a Raposa e o Gato os grandes vilões do livro , e tantos outros personagens, devidos as adaptações do filme deixamos de conhecer.


Com uma escrita bem humorada e super envolvente... Pinoquio é um protagonista surreal! Acho que principalmente porque ele é criança e mesmo sendo um menino rebelde, ele tem bom coração. De fato ele só vira um menino de verdade por que no final de tudo ele amadurece e aprender a maior de todas as lições. Comete mais erros do que 
acertos na maior parte do tempo, mas seu amor a seus pais o impulsiona no desejo de se tornar um bom menino.

Um livro que vale muito a pena! 


7 comentários

  1. Ain, eu sempre assistia o filme do pinóquio da disney, haha. Mas agora que eu li a sua resenha me deu vontade de ler um livro que seja mais completo e conte uma história mais detalhada.

    Parabéns pela resenha!

    Já votou para o novo nome do blog? Corre lá no blog e vota!

    Beijos

    Raise Your Head and Read
    http://raiseyourheadandread.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Ahh ontem passou Pinóquio na TV,pensa em uma pessoa empolgada \o/ haha!
    Adoro os clássicos,apesar de não ter lido ainda,clássico é sempre clássico!

    http://llivroseletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Clássico é clássico, é tão gostoso de ler. novas edições sempre são bem vindas.

    ResponderExcluir
  4. Sempre gostei da historia do Pinóquio e sua trama para ser uma boa pessoa e se tornar um menino de verdade.

    ResponderExcluir
  5. Ah...o q comentar sobrePinóquio,né?!É o máximo!Adoro esses clássicos infantis,q na verdade,tornaram-se clássicos p tds as idades. <3

    ResponderExcluir
  6. Vale mesmo! Adorei a resenha!! Parabéns!!!

    ResponderExcluir

Gostou? Comenta!

 
Desenvolvido por Michelly Melo.