Páginas

Cinema: Sherlock Holmes 2 - O Jogo das Sombras

Oi galerinha! Nesse final de semana foi a estréia de Sherlock Holmes 2 - O Jogo das Sombras fomos eu e meu Bee Dan Moraes também blogueiro (Alvo Roxo  sigam aqui!) como de costume. Porém o filme não foi lá essas coisas, achei parado, cansativo e estava rezando para que algo acontecesse... O que só veio acontecer no desfecho do filme. Não me levem a mau! O filme é bom pra quem gosta dos livros ou do filme anterior.. Ou simplesmente porque Jude Law está abrilhantando o filme. Sherlock Holmes sempre foi o homem mais inteligente do pedaço... até agora. Existe um novo e maior gênio do crime - Professor Moriarty (Jared Harris) - e ele não apenas é igual a Holmes intelectuamente, mas sua capacidade para o mal, aliada a uma completa falta de consciência, podem realmente dar-lhe uma vantagem sobre o famoso detetive.
A trama é uma versão macro do que se vê no livro O Problema Final (1893), em que o detetive começa a suspeitar que uma série de roubos não poderia ser mero acaso e que alguém maior por trás de todos eles. Em O Jogo de Sombras (Sherlock Holmes - The Game of Shadows), tudo isso é expandido para muito além de Londres, levando o investigador e seu parceiro Dr. Watson à França, Alemanha e Suíça, para tentar deter Moriarty e a primeira Guerra Mundial. A cada novo cenário são mostrados o desenvolvimento presente no fim do século 19, como a construção do metrô de Londres e a basílica da Sacré-Coeur, em Paris.
Quando o príncipe herdeiro da Áustria é encontrado morto, a prova, interpretada pelo Inspetor Lestrade (Eddie Marsan), aponta para suicídio. Mas Sherlock Holmes deduz que o príncipe tenha sido vítima de um assassinato – um assassinato que é apenas uma peça de um quebra-cabeça maior e muito mais portentoso, desenhado pelo professor Moriarty. A investigação torna-se cada vez mais perigosa a medida que leva Holmes, Watson e Sim através do continente, da Inglaterra para a França, depois para a Alemanha e, finalmente, para a Suíça. Mas o astuto Moriarty está sempre um passo à frente e constroí uma teia de morte e destruição tudo parte de um plano maior que, se bem sucedido, irá mudar o curso da história.


O que estou querendo dizer é que nem Jude Law te prende no filme... Sim! #CreiamNisso o filme é chato e longe de ser tão bom quanto o primeiro... Só no desfecho que compensa e você fica feliz de ter ido ao cinema.


Xintia Milanêz 

4 comentários

  1. esse filme é uma coisa de louco!!! Muito bom. Bom mesmo. Eu vi e amei. O primeiro já foi bom, mas esse eu adorei. Tem ação, tem luta, tem fugas improvisadas e aquele jeitinho todo espertalhão do Sherlock que só o Robert Downey Jr. sabe fazer. E claro, não podia faltar o humor! O que eu ri com as tiradas dele...meu Deus. Só uma coisinha me decepcionou. Irene. Quem viu sabe o que é. Fiquei triste com aquilo. No mais, o filme é sensacional!

    ResponderExcluir
  2. Poxa que pena, estou super curiosa pra ver o filme!
    Espero que ele me prenda!!
    beijos!

    ResponderExcluir
  3. Pra quem lê Sherlock sabe muito bem que o filme não passa de mais um Hollywoodiano...
    Sherlock nunca foi de lutar, o fato dele ter feito boxe quando era jovem não explica tudo aquilo no filme. São deduções de lutas que ele nunca fez, exageraram de mais, e outra, não teve previsões acerca das pessoas ao ser redor que é a essência de Sherlock.
    Fica a observação!

    ResponderExcluir
  4. axei o filme maravilhoso!! mas opinião é opinião né ;p bjs

    ResponderExcluir

Gostou? Comenta!

 
Desenvolvido por Michelly Melo.