Páginas

Resenha: A Montanha dos Mackenzie

Parei pra pensar esses dias que morro de falar nos romances de banca e ainda não fiz nenhuma resenha deles por aqui, então como estreia escolhi o primeiro, a razão de como tudo começou. Principalmente Linda Howard é uma das minhas autoras preferidas! Vocês já sabem né? Cada vez que eu leio um livro dessa família eu me surpreendo. É cada um melhor que o outro. Sim! Trata-se de uma série com cinco volumes e todos eles são maravilhosos, ainda estou terminando de ler, ao poucos vou resenhando para vocês.

Sinopse: Ruth, uma cidade pequena do Wyoming, está prestes a aprender algumas lições com a nova professora local. Para começar, Mary Elizabeth Porter está decidida a convencer o jovem Joe Mackenzie a voltar para a escola. Mas Joe e seu pai, Wolf Mackenzie, sofrem o preconceito dos habitantes de Ruth por serem metade índios e metade brancos.
Além de todos os obstáculos morais, Mary enfrenta também a natureza inóspita da montanha dos Mackenzie e, em meio a uma forte nevasca, segue para a fazenda deles. No meio do caminho, encontra Wolf. Agora, Mary sabe que também terá de amaciar o coração amargurado de Wolf e ensiná-lo a maior de todas as lições da vida: a capacidade de amar e de se deixar ser amado.

É um livro que nos mostra que o amor é o sentimento mais poderoso que existe, e que ele é capaz de derrubar todas as barreiras. Mary uma professora solteirona, que a primeira vista parece frágil, é uma mulher de fibra e coragem única, ela por amor, enfrenta a sociedade que não vê Wolf com bons olhos por ele ser meio índio, e ser ex-presidiário (ele não cometeu nenhum crime). homem de garra, e que por amor ao filho Joe - Ai Joe! -  é capaz de engolir o orgulho e enfrentar o preconceito de uma pequena cidade do interior para que o filho tenha um lar, uma herança. Impossivel não arranca suspiros durante a historia que envolve romance e ainda um suspense. Wolf : Homem forte, guerreiro, de sangue "quente". Não acredita que seja possível os brancos enxerga-lo de forma diferente, e por isso é amargo.

A química entre Wolf e Mary é maravilhosa, eles exalam sensualidade, o livro é HOT... MUITO! Joe é um garoto que, como o pai, já se conformou com a exclusão. Não dá importância para a opiniões das pessoas, mas no fundo existe magoa. Tem o sonho de voar, quer ser piloto, mas por ser meio indígena não consegue imaginar como realizar seu desejo. Mary percebe e acredita no potencial de Joe e luta para que ele também acredite.

Joe percebe o flerte entre seu pai e a recatada professora, e sem que eles percebam começa a conspirar a favor dessa paixão. Garoto esperto! hahaha...

Sou suspeita para falar dessa Saga dos Mackenzie, agradeço TODOS OS DIAS a Duda do Book-addict por me introduzir no mundo dos Livrinhos de Banca, Super recomendo o livro!
Em Breve... Mais resenhas da Saga dos Mackenzie ;D

Xintia Milanêz


Nenhum comentário

Postar um comentário

Gostou? Comenta!

 
Desenvolvido por Michelly Melo.