Páginas

Show: Jack Jonhson em Recife



Repetindo o sucesso dos shows que veio fazendo pelo Brasil... A apresentação foi seguida com a mescla entre grandes sucessos como Upside Down, The horizon hás been defeated e Girlfriend e baladas que embalaram o romance a população de casais no espaço. Jack estava sempre sereno a sensação de um verdadeiro lual, Os pontos altos ficaram por conta das reverências ao Brasil como a performance espirituosa de um dos músicos que ao tocar os acordes de Belle, no acordeon, fez malabarismos com os pés e empenhou uma sombrinha de frevo em homenagem à cidade. Jack Johnson também fez seu gracejo com o público ao final da canção, trocou o verso “Je ne comprend pas francais” e cantou “Je ne comprend portuguê”. E ainda um sample de Mas que nada, de Jorge Bem (numa batida funky) que animou a platéia. Ao fim de uma hora e meia de apresentação, o Bis foi embalado por Do you remember, Time like this e Better Together. O segundo bis, previsto no set list, ficou só na promessa. À 1h15 o público se dispersou com a certeza de ter visto um bom show.




afirmou que irá doar parte do dinheiro arrecadado nos shows pelo mundo para ONGs relacionadas ao surfe, arte e cultura. Ele já fez o mesmo em 2008 na turnê que fez em diversos países. Como boa estrela ativista, ele mantém uma organização beneficente, a Fundação de Caridade Johnson Ohana, que ele ajudou a fundar. O último disco To The Sea tem como tema questões ecológicas e foi bem recebido pela crítica no exterior. O disco de maior sucesso ainda é In Between Dreams (2005), que traz os hits "Sitting, Waiting, Wishing" e "Breakdown".


Fotos: Blogsocial1


Xintia Milanêz

Nenhum comentário

Postar um comentário

Gostou? Comenta!

 
Desenvolvido por Michelly Melo.