Páginas

Cinema: A garota da Capa Vermelha


Oi Raneys! Como já é de praxe! Terça-feira dia de Cineminha após o trabalho... Hoje não foi diferente fomos assistir o tão comentado filme A garota da Capa Vermelha. O filme apresenta a mais nova adaptação do clássico “Chapeuzinho Vermelho”. Porém com um toque diferente. envolve uma história de amor que poderá virar um pesadelo, envolvendo uma historia bem atrativa sobre lobisomens. No elenco ninguém mais que Gary Oldman -  Quem? o Ator que faz Sirius Black!!! Ah.... - e Amanda Seyfried. - Sim!!! A aguada branquela... Aquela que não convence! 



Sinopse

Valerie (Amanda Seyfried) envolvida com dois homens: seu amor Peter (Shiloh Fernandez), e seu prometido, Henry (Max Irons). Valerie planeja fugir com Peter, mas percebem que a irmã mais velha da moça morreu por conta do ataque de um lobisomem que ronda pelo vilarejo. Quando recorrem a um caçador de lobisomens (Gary Oldman), descobrem que qualquer um deles podem ser lobisomens nas noites de lua cheia e homens durante o dia. Valerie começa a desconfiar que ela tem proximidade com o lobisomem, o que faz dela suspeita das mortes ou possível isca.



A primeira coisa que despertou a atenção na fase de pré produção deste filme foi o fato de que seria uma versão mais pesada do clássico Chapeuzinho Vermelho, popularizado pelos irmãos Grimm. Afinal, as fábulas infantis serão sempre um incrível manancial de viagens psicológicas e questionamentos existenciais. E são grandes as chances de se fazer algo interessante – e novo - a partir de um modelo contado tantas vezes ao longo dos anos. No entanto, o que chega agora nos cinemas acertou em cheio em alguns pontos, mas errou feio em outros. Produzido pelo astro Leonardo dicaprio e roteirizado pelo mesmo cara que fez o suspense A orfã, o longa foi dirigido por Catherine Hardwicke, aquela que deu início a febre Crepúsculo nos cinemas. E aí, talvez, esteja uma das razões. Embora tenha um bom figurino, fotografia com trilha sonora e elenco razoáveis, o roteiro foi superficial demais. Faltou algo para gerar um maior envolvimento no espectador, principalmente, nos mais exigentes. E o que era para ser mais pesado acaba ficando leve, apesar dos ingredientes de qualidade para a trama de amor e traição. No geral o filme é bom, apenas isso!


Xintia Milanêz
 
Desenvolvido por Michelly Melo.