Páginas

Bye Bye Colcci



 a marca Colcci fechou o terceiro dias de apresentação do evento frente à uma platéia lotada por convidados, crítica, jornalistas e celebridades, Sendo nome importante na programação da semana de moda paulista já há algumas temporadas por trazer com exclusividade Gisele Bundchen para as passarelas nacionais; dessa vez, toda a curiosidade e expectativa em torno do desfile da grife foram ainda maiores uma vez que não só a top estava escalada para o casting, mas também passaria o “trono” de garota propaganda para Alessandra Ambrósio. E se apenas a presença de ambas já não bastasse para tanto burburinho, acrescentem: à figura do ator Ashton Kutcher como garoto propaganda dessa nova campanha e a vinda de sua mulher, Demi Moore ao país para acompanhar de perto – mais precisamente, da primeira fila – o desfile do rapaz, à essa lista de personalidades que passariam, pouco mais cedo, pela Bienal!






Adriana Zucco e Jeziel Moraes são os novos diretores criativos. Depois de algumas edições com desfiles muito fracos, a Colcci recupera o fôlego e traz uma coleção interessante, com muitas mudanças.
Além do tradicional denim, a marca aposta nos couros que também aparecem amassados, traz rendas e cintura marcada para as meninas, e para os meninos transparências  e looks descolados. Os tricôs merecem destaque.
Nas estampas, pied-de-poule, xadrez, carimbo  e caveiras. Na cartela de cores, tons escuros mesclados com peças em azul royal, coral e caramelo

A Colcci parte de um novo princípio da elegância do jeanswear, o que significa claramente dar cara de alfaiataria para a peça clássica - o grande feeling desta temporada. Omix até que rola junto ao macacão jeans e casaco xadrez 7/8 - na tentativa de colocar a androginia em pauta - bermuda, camisa e colete, todos em padronagem xadrez e desejáveis e um jeanswear bem escuro, de certa forma com aparência rústica a modelar calças e camisas de caimento perfeito porém, em uma mistura desinteressante que fica no meio do caminho. Mas é assim que a marca vende e o que se pega da coleção masculina são as calças, modelagem confortável, meio punk, meio 80´s, meio clubber - sim, a Colcci ainda está nessa -  e os suspensórios que trazem atitude a um look de calça e camisa curta que de repente poderia passar desapercebido. Moda de stylist ou se gosta ou não e no caso da Colcci as peças possam funcionar muito mais separadas. Bom, pelo menos uma noticia boa: chega de Gisele na passarela e campanhas da marca!

Como nos anos anteriores o desfile da Colcci é sempre um dos mais esperados, Ashton só apareceu no final... Gisele esbanjava simpatia o tempo todo desfilou no tapede vermelho para impresa com um look vermelho...

Lindo!
Xintia Milanêz
 
Desenvolvido por Michelly Melo.