Páginas

Pe Music Festival


Otto, Pitty e Natiruts arrastaram mais de 20 mil pessoas para o Marco Zero. Otto subiu ao palco pontualmente às 21h30 e empolgou o público com uma versão mais instigada do show Certa manhã acordei de sonhos intranquilos. Não conseguir acopanhar o show cheguei quase no final e ainda procurava um lugar para curtir o show. Muita confusão e drogas no show, a policia a gente só via quando tinha aquele mar de gente expremido, daí aparecia um "mega" policial decendo o cacetete.




Na sequência, a baiana Pitty reuniu a turma dos roqueiros teens que se espremiam para acompanhar as músicas da roqueira. O show durou uma hora e meia, para a alegria dos fãs. Um setlist impecável por min e por mais 20 mil pessoas ela tocava por mais duas horas de show, só saia de cima do palco depois de cantar todo o repertório de sua carreira. Muito simpática e dona de uma energia muito boa, terminou o show e nos deixou com gostinho de quero mais.
 
 



Fazia muito tempo que eu não via um show do Natiruts, eles subiram à 1h15 no palco, segurando até as primeiras horas da madrugada a turma que atendeu em peso ao chamado do festival. Cantaram grandes sucessos como o Carcará e a Rosa, Liberdade e Natirus Reagee Power. Na primeira musica do Show teve um atrito, a policia logo resolveu empurrando todo mundo, me perdi da turma que estava comigo e só conseguir encontra-los quase no final do show... #Tenso Os shows foram ótimo, mas a malandragem tava solta. Muita gente, mas muita gente foi vítima de assalto. Até quem foi para os camarotes reclamaram já que tinha que passar pelo "povão". O cantor Otto chegou a dizer, na sua vez, que PE não merecia aquilo. Quem viu, garantiu que era cena de horror. O policiamento deixou muito a desejar. Esse assunto predominou no Twitter hoje pela manhã (6).

Fotos: Blog social1

Xintia Milanez
 
Desenvolvido por Michelly Melo.